19 dezembro 2005

The Pogues - Estão volta!! iupi!!

Os Pogues, vão reeditar todos os seus álbuns de estúdio. Com esta reedição o carismático vocalista, Shane MacGowan, também vai voltar á banda para alguns concertos no Reino Unido e na Irlanda. A parte mais nobre deste projecto de reedição prende-se com o relançamento do single “Fairytale Of New York” , onde participou Kirsty MacColl, falecida no ano 2000, atropelada por um barco, no México. O lucro das vendas da reedição, vai ser entregue á mãe da Kirsty MacColl, que ainda hoje aguarda uma resposta da justiça mexicana, relativamente á trágica morte da filha. Os Pogues, começaram por se chamar, Pogue Mahone, Beija-me o cu, em tradução livre do gaélico (língua oficial da Irlanda), dizem as más línguas que assinaram o contracto com a editora por dez grades de cerveja irlandesa e umas garrafas de Jamson. O Pogues desde sempre conseguiram misturar o espírito punk com a música tradicional Irlandesa. Shane MacGowan, inspirado pelos Clash, formou a banda punk mais tradicional de sempre em 1982 com um grupo de amigos que sabiam tocar todo o tipo de instrumentos musicais. Na sua longa carreira, a banda tem momentos de um brilhantismo inigualável, assim como, momentos de um total caos, uma espécie de fuga ao futuro.
O dinheiro fugiu sempre deles e o grupo, como os grandes artistas de outras épocas, sempre se preocupou em fazer boas musicas e grandes farras. Tom Waits, define os Pogues num dos seus poemas assim: "Their music is like the brandy of the damned. The last pure hearts from Joyce, Dylan Thomas." Os Pogues são daquelas bandas que ou se gosta ou se odeia, a musica tem total influencia celta, os espíritos que a tocam são puros punks que se movem a néctar de Baco.
Deixo os nome dos álbuns de originais, o ano de edição e a classificação de algumas revistas (para mim são todos excelentes), fica também o nome dos rapazes da banda, a sua formação pouco variou desde o seu inicio em 1982, mesmo o Shane, que saiu expulso pelos colegas para se tratar do seu alcoolismo(eles perderam), de vez em quando tinha a colaboração dos seus velhos companheiros na sua carreira a solo. O espírito do punk acima de todas as tricas das editoras.
Álbuns de estúdio:
1984 - Red roses for me (muito bom)
1985 - Rum, sodomy and the lash (excelente)
1988 - If I Should Fall From Grace With God (excelente)
1989 - Love and hate (bom)
1990 - Hell"s ditch (bom)
(já sem Shane MacGowan)
1993 - Waiting for Herb (fraco)
1996 - Pogue Mahone (médio)
Shane MacGowan – Nasceu a 25 de Dezembro de 1957 em Kent, na Irlanda. – Vocalista e Guitarrista
Spider Stacy (Peter Richard Stacy) – Nasceu a 14 de Dezembro de 1958 em Londres – flauta, Harmónica e Voz.
Terry Woods – Nasceu a 04 de Dezembro de 1947 em Dublin, Irlanda. - Citara, Concertina, Bandolim, Banjo, Voz.
James Fearnley – Nasceu a 09 de Outubro de 1954 em Worsley, Inglaterra. - Acordeão, Piano, Guitarra, Bandolim, Clarinete, etc.
Jem Finer (Jeremy Max Finer) – Nasceu a 25 de Julho de 1955 em Stoke-On-Trent, Inglaterra - Banjo, Hurdy-Gurdy, Mandola, Saxofone, Guitarra, etc.
Philip Chevron – Nasceu a 17 de Junho de 1957 em Dublin, Irlanda - Guitarra, Banjo, Bandolim, Voz.
Andrew Ranken - Nasceu a 13 de Novembro de1953 em Londres - Bateria, Percussão, Harmónica e Voz.
Darryl Hunt – Nasceu a 04 de Maio de 1950 em Hampshire, Inglaterra - Baixo, Percussão, Voz.
Cait O'Riorden – Nasceu a 04 de Janeiro de 1965 na Nigéria (a única mulher da formação original, casou com o Elvis Costello e foi substituída por Darryl Hunt no baixo, os Pogues na grande farra musical que é “fiesta” gozam com os dois, vejam se descobrem onde)
Enviar um comentário