07 janeiro 2007

Bom ano e votem no Sim!

Vamos ter mais um referendo acerca da despenalização do aborto. Quero deixar bem claro que eu não concordo com qualquer tipo de morte (mesmo a do ditador do Iraque), penso até, que a pena deveria ser agravada para quem pratica abortos (não para a mulher que aborta apesar de haver outros métodos anticonceptivos).

Aceito todas as opiniões, mas a desculpa de que se deixa de fazer em vãos de escada e em situações pouco higiénicas para as mulheres não me parece razão suficiente para aceitar a despenalização, se não, temos que despenalizar os assaltos – já viram as condições de trabalho dos assaltantes, sujeitos a levar um tiro, etc.

Nas situações de violação a mãe não tem culpa e nunca vai conseguir cuidar do filho fruto da violação, mas que culpa tem o filho? Criem-se bons canais para a adopção, há tanta gente a tentar adoptar crianças.
O problema, é que é mais fácil limpar-lhe o sarampo enquanto não o vemos do que depois de abrir os olhos – como os gatos.

Para terminar, eu vou votar no sim, porque se o não ganhar outra vez, daqui a dois, ou três anos, temos mais um referendo e depois outro, até o sim ganhar. Como diz o meu irmão João “estou é preocupado com o próximo referendo que deve ser o da eutanásia, e eu caminho para velho e cada vez menos produtivo”, pois é escapar até aos nove meses qualquer dia pode não chegar.

Bom ano e votem no Sim!
Enviar um comentário