21 julho 2013

Para bem da nação não se entendam!

Tenho assistido impávido a todo o burburinho que se faz à volta do tão desejado acordo entre os três principais partidos, aqui, na bancada do meu sofá, todos os dias cruzo os dedos em "figas" para que o entendimento não aconteça. E não é que, ainda que não acerte no Euromilhões, desta feita as minhas preces foram ouvidas pelos políticos, o desentendimento venceu, o pais ganhou, o Aníbal levou com a batata a ferver e os partidos desataram todos a berrar que a culpa é dos outros. Até o CDS do PP (Paulo Portas) já se esqueceu que a crise politica foi fruto do beicinho que o seu líder fez ao Primeiro Ministro.
Não confio no nosso PR (ainda que não tenha o nível do grande escritor para o tratar mal) e se a ideia dele era dar um balázio no PS levou com o cartuxo a ferver.
Agora vou esperar por um novo episódio desta novela de trampolineiros e rezar para que o homem já tenha nascido algumas vezes se não pode surgir mais uma galga.


Enviar um comentário